Arquivo | janeiro 2013

O Plano de Salvação – Parte 1

Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. João 8:58

Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.
João 8:58

Jesus existe desde a fundação do mundo, Ele estava presente quando o mundo foi formado. Ele se despiu da sua divindade e veio ao mundo em carne e osso, como um ser humano. Jesus foi fundamental para que eu e você tenha a vida eterna, pois o preço que ele pagou na cruz foi um preço de sangue. Vamos ler o texto abaixo pois é muito importante para a nossa compreensão sobre o Plano de Salvação de Deus, ao qual Jesus é o centro.

Para entender a bíblia e saber quem é Jesus, é preciso saber desde o início, saber sobre Deus, os Anjos e principalmente saber sobre Lúcifer, o Anjo decaído, mais conhecido por Satanás. Existem três livros na bíblia que falam sobre Lúcifer, são eles: Ezequiel 28:13-19, Isaías 14  e Apocalipse 12:4-12.

Por que Lúcifer se rebelou tornando-se o diabo? Ele acreditava que poderia se tornar Deus, assentar-se em Seu trono, porque foi Cristo que o criou (todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. – João 1:3), e deu-lhe tudo, incluindo a liberdade de escolha e a posição de querubim chefe junto ao trono e, portanto, possuía grande autoridade. (Ezequiel. 28:14 e 15).

Lúcifer era o ser criado mais exaltado no Universo. Ele deveria sentir gratidão e saber que Aquele que o criou era o Criador e não o ser criado. A criatura nunca poderá se tornar o criador. No entanto, foi isso o que Satanás buscou ser. O orgulho é cego. Assim, o pecado, que é rebelião contra Deus, teve suas raízes na exaltação pessoal e dependência de si mesmo. Lúcifer sabia que dependia de Cristo para sua vida, no entanto sempre enfatizava o “eu”, em atitude de independência (a idéia aparece cinco vezes em Isaías. 14:13 e 14).

A rebelião de Lúcifer não foi pública de início. Começou em sua mente. É aí onde iniciam todos os pecados. O pecado não é apenas o ato exterior, é o pensamento interior. Lúcifer se tornou Satanás na mente. Ele ponderou a respeito da posição ocupada por Cristo e passou a invejá-Lo. Queria tomar o trono daquele que recebeu o trono e passou a odiá-Lo. O ódio contra alguém é assassinato (veja 1 João 3:15), e é por isso que Deus o chamou de assassino e mentiroso desde o início (veja João 8:44). A inveja e o ódio de Satanás por Cristo levaram-no a lançar uma campanha de desinformação contra Ele entre os anjos (veja Apocalipse 12:10).

A bíblia diz a respeito de Satanás: “Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldade em você” (Ezequiel 28:15 e 16). Satanás, de forma silenciosa se revoltou contra Deus, invadiu a paz e a alegria do Céu com o egoísmo. “Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira” (João 8:44). Satanás reivindicou ser a melhor opção para governar o Céu. Sua influência permeou o paraíso como o câncer. Um terço dos anjos aceitaram os seus enganos e lançaram sua sorte com ele (veja Apocalipse 12:4). Tristemente são proferidas as palavras: “Como você caiu dos Céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à Terra, você, que derrubava as nações! Você, que dizia no seu coração: Subirei aos Céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo” (Isaías. 14:12-14). Satanás queria assumir o lugar de Cristo. Desejava ser igual a Ele na posição, não no caráter. Seu desejo de poder era movido por motivos egoístas. Queria ser Deus. Não surpreende que tenha forçado Cristo, no deserto, a prostar-Se e adorá-lo! (Veja Mateus 4:8 e 9).

Satanás, o príncipe deste mundo

Depois que foi expulso do Céu, Satanás colocou seu foco no planeta Terra com o fim de levar a raça humana a se rebelar contra Deus (veja Gênesis 3:1-5). Satanás sabia que Deus havia dado a todas as criaturas, angelicais e humanas, a liberdade de escolha. Foi o mau uso dessa liberdade que levou Lúcifer e seus anjos a se rebelarem e agora ele empregaria a mesma técnica com  Adão e Eva, feitos à imagem de Deus (veja Gênesis 1:26 e 27), eram seres livres. Podiam conversar com Deus, e Deus esperava que servissem e obedecessem voluntariamente e por amor. Novamente o mau uso da liberdade por parte de Adão e Eva levou-os e a toda a humanidade a serem escravos do pecado e de Satanás. Deus sabia que a liberdade era um risco, mas valia a pena correr esse terrível risco visto que no fim da história todos os seres criados escolherão livremente seguir a Cristo para sempre.

Deus advertiu Adão e Eva de que podiam morrer caso comessem do fruto proibido (veja Gênesis 2:16 e 17). Mas Satanás, na forma de uma serpente, disse a Eva: “Certamente não morrerão! Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês, como Deus, serão conhecedores do bem e do mal” (Gênesis 3:4 e 5). Eva duvidou da palavra de seu Criador e aceitou a palavra do tentador.

Desta forma, por meio de Adão e Eva o pecado entrou no mundo, e toda a humanidade foram feitos prisioneiros dele e de seus efeitos (veja Romanos 5:12). Pois, Satanás pretendia ser o senhor da Terra (veja Jó 1:7).

Jesus chamou-o de “príncipe deste mundo” (João 12:31), e Paulo disse que ele é “O deus desta era” (II Coríntios. 4:4). Como príncipe e deus deste mundo, Satanás reivindicou a raça humana como lhe pertencendo. Mas Cristo veio a este mundo para reconquistar o mundo perdido.

Sem a intervenção divina, estariam condenados à morte. A única esperança era que Alguém morresse no lugar, o preço era de sangue; pois satanás exigiu isso para Deus, quando foi questionado qual o preço para o resgate da humanidade. Mas para a troca poder ser legalmente válida, o Substituto deveria levar uma vida sem pecado, pois do contrário deveria morrer por Seus próprios pecados, sem poder oferecer Sua vida pela de ninguém. Em todo o vasto Universo não havia ninguém sem pecados, apenas o Deus Filho, Cristo Jesus, poderia preencher tal condição, e livremente ofereceu-Se ao Pai para vir ao nosso mundo em carne, igual a qualquer um de nós, demonstrar que, por uma vida perfeita e piedosa, é possível se viver de acordo com a Lei de Deus, e então morrer pelos nosso pecados. Foi por isso que Jesus veio a esse mundo, cumprindo todas as profecias sobre ele.

Em João 3:16 diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Até o próximo post, onde vamos falar sobre a vida de Jesus e sua crucificação e qual o significado desse ato de morte de cruz, onde foi lavado com sangue inocente todos os pecados que estava sobre a humanidade.

Fiquem na paz do Senhor…

…:::Ariane Mirabelli:::…

A Palavra da Salvação

01442 - BIBLIA - CAPAS PARA FACEBOOK

A bíblia é o livro dos livros. Concebido no céu, nascido na terra, inspirado por Deus, escrito pelos homens, pregado pela igreja, odiado pelo inferno, crido pelos fiéis. A Bíblia é o livro mais lido no mundo e também é o mais perseguido. É o livro que tem se saído vitorioso das fogueiras da intolerância. É a bigorna divina que tem quebrado os martelos dos críticos. Passam-se os céus e a terra, mas a Palavra jamais passará. A palavra de Deus é poderosa. Despede chamas de fogo e faz tremer o deserto. Tem vida em si mesma. É o sopro do Todo-Poderoso Deus. Sempre viva, sempre atual.

Sua veracidade é provada pela sua unidade na diversidade. Há mais de quarenta escritores, de diferentes culturas e línguas, em um período de 1.500 anos e não há qualquer contradição ou conflito. Suas centenas de profecias são específicas e concretas e elas se cumpriram literalmente, estão se cumprindo e se cumprirão, porque o autor das Escrituras é o Deus Todo-Poderoso, aquele que conhece o fim desde o começo. Deus chama os pecadores à salvação em Cristo por meio da sua Palavra. A fé vem pelo ouvir da pregação da palavra. Bendita Palavra! Eterna Palavra!

Maravilhoso Deus, engrandecido seja o Teu nome pelas Sagradas Escrituras, pois por meio da Sua Palavra Tu falas conosco!

Fiquem na paz do Senhor…

…:::Ariane Mirabelli:::…