Arquivo | setembro 2012

Nada pode nos separar e não vai nos separar!

Imagem

A palavra de Deus confronta a nossa alma e não temos como fugir dessa realidade. Pois está escrito.

“Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?”  (Romanos 8:35)

“Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus.”  (Romanos 8:39)

Ninguém nos separará do amor que está em Cristo, mas algo pode ter separado o amor que você tem a Cristo.

Há algumas indicações dentro desta passagem que nos fazem refletir e nos traz uma posição concreta de como está a nossa vida perante o Senhor, isso é preocupante, pois costumamos ter uma segurança em certos acontecimentos em nossas vidas e, muitas vezes, não percebemos de outros detalhes em nossas vidas.

Paulo, na carta aos Romanos no primeiro verso diz: “Quem nos separará do amor de Cristo?”, e ele já traz um acontecimento que nos deixa felizes, por exemplo, ele começa falando da TRIBULAÇÃO. A tribulação me separa do amor de Cristo? Não. Pois não é fácil passar por ela, mas temos que passar, são lutas que precisamos ser pacienciosos, o choro pode durar uma noite, mas é indiscutível que a alegria vai brotar depois daquele tempo, só que, aquele tempo, precisamos aprender a esperar e o que nos ensina a esperar é a tribulação; muitas vezes ela parece suplantar as nossas forças, mas ainda podemos dizer com alegria, a TRIBULAÇÃO NÃO NOS SEPARA DO AMOR DE CRISTO!!

Em seguida vem a ANGUSTIA, você sabe o que é angústia? Já se sentiu angustiado alguma vez? E você já sentiu que por conta da angústia o teu temperamento, teu comportamento, foge do teu controle? A angústia quando bate em nossas vidas, no nosso interior, ela não nos permite aquietar, ela afeta a nossa fé, muitas vezes, afeta a nossa paciência, a nossa mansidão, enfim, afeta todos os predicados espirituais imputados em nossas vidas, a angústia afeta. Mas a Palavra de Deus também diz que a ANGÚSTIA NÃO NOS SEPARARÁ DO AMOR DE CRISTO. São acontecimentos fortes, espiritualmente falando, que sucedem as nossas vidas.

Paulo segue falando: “PERSEGUIÇÃO“. Como é duro ser perseguido. A perseguição se fundamenta, muitas vezes, na inveja, no ciúmes. Tem pessoas que não tem razão por que perseguir alguém, mas aquele sentimento de ciúmes, de inveja, uma condição emocional tão baixa, faz olhar para alguém e por causa desse sentimento a pessoa começa a perseguir. E quando nós nos tornamos servos de Deus, tem alguém que não nos deixa de perseguir um momento sequer. Satanás. Ele anda ao nosso derredor dia e noite e isso é perseguição. É constante, contínuo. Mas eu quero dizer também, ESSA PERSEGUIÇÃO NÃO NOS SEPARARÁ DO AMOR DE CRISTO. Quanto já não fomos perseguidos? Quanto já não passamos por momentos terríveis de atitudes de pessoas, que não querem o nosso bem? A perseguição nos faz sofrer, porque ela é injusta.

Mas Paulo continua dizendo e agora é a FOME. Será que a fome me separa do amor que está em Cristo e por causa dela, eu vou rejeitá-lo? Não. A fome não tem tanto poder, como o amor de Cristo tem.

O próximo quesito citado por Paulo é a NUDEZ. Isso jamais nos separará, porque existe uma promessa sobre as nossas vidas: “Não te preocupes, com o que havereis de comer ou com o que havereis de vestir. Se Deus alimenta as aves nos céus, se Deus veste os lírios do campo, Deus vai te alimentar e te vestir”. Isto não vai nos separar do amor de Cristo.

O PERIGO, A ESPADA, AS AMEAÇAS. As nossas vidas, não são nossas, já entregamos elas a Deus, há um dono que cuida de nós e toda ameaça dirigida a nós, não é contra nós. Porque quem tocar nas nossas vidas, não está tocando apenas nela, está tocando nas meninas dos olhos do Senhor. E satanás sabe disso, se ele tocar, todas as vezes que, por ventura, Deus permite que ele toque, ele sabe que virão consequências sobre ele. Ele sabe que se tocar em você, está tocando na propriedade particular e peculiar de Deus! Há uma cerca e a Palavra do Senhor diz que somos cercados com muros de fogo e satanás quando olha para nós vê esse muro ao nosso redor. O Senhor também dá ordem aos anjos para que acampem ao nosso redor.

“Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.” (Romanos 8:36)

A morte já foi vencida por Jesus, na cruz do calvário. Se ela já foi vencida, não temos o que temer. Nós somos entregues à morte todos os dias, porque nós somos reputados, já está determinado, nós somos escolhidos como ovelhas. Para onde? Para o matadouro. E a Palavra diz que nós temos que ter o mesmo sentimento que havia em Cristo e diz que “como ovelha muda Ele foi para o matadouro e no matadouro, não abriu a sua boca”.

“Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” (Romanos 8:37)

Se somos vencedores, nada disso nos separará do amor de Cristo, em todas essas coisas não somos vencedores. SOMOS MAIS DO QUE VENCEDORES. Porque estamos certos que nem a morte, nem a vida, nem os Anjos, nem Principados, nem Potestades, nem o presente, nem o porvir, nem uma outra criatura nos separará do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Nada nos separa dele. Essas coisas ruins não nos separam dEle. O que nos separa de Cristo são as coisas boas. Resistimos à tribulação, angústia, perseguição, ameaças, profundidade, altura, largura, principados, potestades, mas muitas vezes não resistimos ao nosso próprio projeto.

“E, ouvindo isto, um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado o que comer pão no reino de Deus.
Porém, ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos.
E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado.” 
(Lucas 14:15-17)

Agora começam as coisas boas. Aguentamos a tribulação, angústia, suportamos perseguição, a espada, nada nos separa do amor de Deus. Mas o campo nos separa. Do amor de Deus por nós não, mas do nosso amor por Ele, uma propriedade que precisamos comprar, nos separa. Tanto que a palavra segue dizendo: “E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo, e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado.”  (Lucas 14:18) Quantas coisas terrenas estão nos afastando do amor do Senhor? Estamos cansados de saber da Palavra que diz: “Busque em primeiro lugar o meu Reino e a sua justiça, que as demais coisas serão acrescentadas”, ou seja, não precisamos lutar pelas coisas, precisamos lutar pelo reino de Deus, se começamos a mudar as coisas que hoje muitos estão ensinando a correr atrás dos campos, não estamos crendo no que o nosso Senhor prometeu. Os homens inverteram.

“E outro disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado.”  (Lucas 14:19)

“E outro disse: Casei, e portanto não posso ir. “ (Lucas 14:20)

Esposa te separa do amor a Cristo, marido te separa do amor a Cristo, filhos te separam do amor a Cristo. Família te separa do amor de Cristo. Um exemplo é o dia dos pais. Não existe na Palavra de Deus falando para festejar o dia dos pais. Temos que honrar os nossos pais todos os dias de nossas vidas. Muitos deixam de ir à casa do Senhor por conta dessas festas que não são mandamentos de Deus e sim coisas de homens. Muitos passam dias sem olhar na cara do pai e quando chega o dia dos Pais, presenteia o seu pai. Quando, deveria, na verdade, ter um exímio comportamento de honra ao seu pai e ouvir de seu pai: Meu filho, eu sou muito grato por ter um filho como você, não tem um dia sequer que eu tive aborrecimento com o teu comportamento. Deus não estava brincando com Abraão quando pediu o seu filho.

Trabalho, propostas, nos separam do amor a Cristo, se estes, sacrificam o tempo que você tem separado para o Senhor.

Enquanto estivermos focados apenas nas nossas coisas, deixar as coisas de Deus de lado, devemos ter cuidado, pois podemos estar fora dos eleitos de Deus. Eu quero te ver na glória! Mas, nenhum desses adulterou, roubou, mentiu. Mas o Senhor disse assim pra eles:

“Porque eu vos digo que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia.”  (Lucas 14:24) 

NENHUM. Deus te deu 720 horas de vida no mês e nós temos que dar o nosso dízimo de vida para o Senhor e é na casa dEle, na igreja, e dízimo é entregue no altar. De 720 horas, precisamos dar 72 horas, e não damos. Estamos roubando! E não estamos roubando a igreja, estamos roubando o Senhor! E Deus nos diz: Por que vós me roubais?

Tribulação, Angústia, Perseguição não separa de Deus, mas a nossa casa separa, a nossa praia separa, nossos projetos separam. Corremos um risco muito grande, pois o Senhor declara que nenhum desses que agir dessa forma irão participar da ceia, isto é, estarão na vida eterna. Quem tem a alegria da salvação, não troca Deus por nada, vence todas as coisas e vence os seus projetos, família, vence tudo, pois coloca Deus em primeiro lugar.

Isso é muito sério. Deus tem nos guardado, preservado, Deus tem nos dado muitas coisas, mas não podemos colocar as coisas acima de Deus. A bíblia foi escrita há 1.500, demorou para ser escrito o velho e o novo testamento e eu te pergunto, será que isso foi escrito apenas para ser escrito e nada mais?

Irmãos, seja o que for na sua vida, não deixe nada te separar do amor a Cristo. Ele nos amou e amou definitivamente lá na cruz do calvário, dando a sua vida, pagando os nossos pecados. Muitas vezes, temos o amor dentro de nós, mas não temos o amor como verdade. O amor de Cristo nos é garantido, ninguém impede Cristo de te amar. Ele foi para a cruz por nossa culpa. Já imaginou se Cristo na hora de ser sacrificado fala que tem um projeto, outras coisas para resolver e depois pensa no nosso caso? Se a igreja é o ajuntamento dos santos, o Senhor está na expectativa de que esses santos, dê a glória à Ele e dar glória a Deus é ter o Senhor acima de todas as coisas. Se estivermos roubando a Deus a nossa adoração não subirá. Estamos muito longe da realidade espiritual.

Seja participante da escolha do Senhor, pois muitos são chamados, mas poucos são os escolhidos.

Fiquem na paz do Senhor.

…:::Ariane Mirabelli:::…